Atualização - Upgrade de BIOS - Parte 2

Ademir Franco | 00:00 | 0 comentários

Atualização de BIOSA atualização do BIOS é feita por um programa especial chamado utilitário ou programa de gravação ("flasher"). Cada desenvolvedor do BIOS disponibiliza seu próprio programa para atualização: AwardBIOS Flash Utility, para Award; AMI Firmware Update Utility, para AMI; Phoenix Flash Utility, para Phoenix.

Para atualizar o BIOS, primeiramente seus endereços são apagados para depois serem programados com a nova versão. Logo se acontecer qualquer problema durante a atualização, como uma queda de energia ou qualquer erro, e esta não for terminada corretamente, o BIOS ficará corrompido, o que significa que provavelmente a máquina não irá mais dar boot depois que reiniciar. A mesma coisa vale para o caso de uma atualização com o arquivo errado, feito para outro modelo de placa-mãe. Assim, na ocasião de qualquer erro de gravação, não reinincie nem desligue o computador: tente novamente e, se persistir o problema, experimente outras versões do programa de atualização. Fica evidente que é recomendável atualizar o BIOS apenas se realmente for necessário. Se o seu PC estiver funcionando bem e a nova versão não trazer mudanças significativas, evite riscos atualizando sem motivo.

É importante frisar que mesmo no caso de uma atualização mal sucedida, sua placa-mãe não estará "estragada". Na pior das hipóteses, se os métodos de recuperação mencionados mais adiante não resolverem, você terá que retirar o chip que armazena o BIOS e levar a alguém que tenha um gravador de EEPROM fazer o serviço, regravando o chip com a versão correta, ou então comprar um novo chip igual (ou compatível) com o devido BIOS já gravado. Para placas que usam chips soldados (PLCC-32 e, recentemente, SOIC-8), é necessário serviço especializado em retrabalho de componentes SMD (Surface Mounted Device - Componentes de Montagem de Superfície). É um serviço mais caro, devido à maior mão de obra, haja vista que é preciso dessoldar o chip, regrava-lo e depois solda-lo novamente.

DOS

Os programas de gravação devem ser executados sobre um sistema DOS "puro", ou seja, sem nenhum driver de dispositivo bem como gerenciadores de memória (EMM386, HIMEM) carregados. O DOS mais comum é o MS-DOS da Microsoft, principalmente a versão 7.10 (embutida no Windows 95/98) e o MS-DOS 8.00 (usado pelo Windows Millennium e XP ao criar um disquete do boot). Este último não é recomendado, pois possui o gerenciador de memória extendida (HIMEM) embutido no kernel. Além do MS-DOS, existem outros sistemas DOS compatíveis, porém o que nos interessa aqui é o FreeDOS (versão 1.0). Para o propósito de um boot mínimo, apenas o kernel (KERNEL.SYS) e o interpretador de comandos (COMMAND.COM) são usados.

NOTA: Por não usar os arquivos CONFIG.SYS/AUTOEXEC.BAT, ao ser carregado, o FreeDOS aqui disponibilizado apresenta duas linhas para alterar a data e a hora do sistema. Ignore as duas pressionando <Enter> em cada uma delas.

Atualizando a partir do pendrive

Para este método funcionar, a placa-mãe precisa ter um BIOS que suporte boot através da opção USB-HDD. Placas com suporte geralmente possuem um menu de boot, que é acessado pressionando durante o boot a tecla ESC/F8/F11/F12 dependendo da placa. Basta deixar o pendrive plugado, ligar o PC e entrar no menu de boot. 

NOTA: Caso você não consiga dar boot pelo pendrive e o BIOS for AMI, confira se a opção "USB Function For DOS" está habilitada (Enabled).

Utilitário de atualização do BIOS via pendrive
ESC to enter Boot Menu

Atualização do BIOS via pendrive
Menu de boot

Atualização do BIOS via pendrive
Boot terminado

A maioria dos pendrives sai de fábrica formatada em FAT ou FAT32. Até aí nenhum problema. O que ocorre é que o particionamento feito pelo fabricante geralmente costuma não possuir um MBR (Master Boot Record) nem o código necessário no setor de boot da partição (FAT Boot Sector), que permitem que seja possível dar boot pela mídia.

A HP possui um excelente programa de menos de 100KB que particiona e formata qualquer dispositivo USB Mass Storage (não só pendrives, mas HDs externos também), adicionando um MBR adequado e uma partição FAT ou FAT32 (ou NTFS, que não serve neste caso, pois não é suportado pelo DOS) com um setor de boot funcional na partição. 

Para criar o pendrive de boot, baixe:

Descompacte o programa da HP e depois descompacte os arquivos do FreeDOS para outra pasta qualquer.

Abra o executável HPUSBFW (usuários do Vista/7 devem abrir com privilégio administrativo: botão direito "Executar como Administrador").

Atualização do BIOS via pendrive

"Device" -> confira se o pendrive selecionado é o correto
"File system" -> selecione FAT ou FAT32; para pendrives maiores que 2GB, selecione FAT32
"Volume label" -> nome do volume (partição), pode ficar em branco

Marque as caixas:
"Quick Format" -> faz uma formatação rápida; pendrives em boas condições não precisam de formtação lenta
"Create a DOS startup disk using system files located at:" -> e aponte para a pasta com os arquivos do FreeDOS anteriormente descompactados

Clique em "Start", confirme e aguarde.

Está terminado. Agora você só precisa copiar para o pendrive os arquivos necessários para a atualização e dar boot com ele. Lembrando que ao dar boot, serão apresentadas duas linhas para configuração de date e hora; simplesmente tecle <Enter> nas duas para ignora-las cair no prompt.

NOTA: Caso você tenha problemas ao dar boot com o FreeDOS (principalmente ao usar FAT32), use o MS-DOS 7.10: msdos_files.zip

Atualizando a partir do CD-ROM

Os programas de gravação de CD possuem opção para criar um CD de boot a partir de uma imagem de disquete. Para isso, pegamos uma imagem do FreeDOS, adicionamos a ela os arquivos necessários para a atualização e depois gravamos. Veja que não é possível criar o CD com emulação de boot e adicionar os arquivos para atualização diretamente no disco (fora da imagem), pois o FreeDOS que estamos usando é mínimo e não possui driver para CD-ROM, o que impede a leitura dos arquivos, a menos que estejam dentro da imagem que será emulada.

Para começar, baixe a imagem de disquete contendo o FreeDOS (fdos_img.zip). Depois de descompactado, apesar do tamanho de exatos 1,44MB, o espaço usado na imagem é de apenas 110KB, sobrando espaço suficiente para adicionarmos os arquivos necessários para a atualização.

Para editar a imagem do FreeDOS no Windows será usado o WinImage. Com ele, abra o arquivo da imagem:

Atualização de BIOS a partir de um CDROM

Agora adicione os arquivos necessários, através do menu "Image -> Inject...".

No meu exemplo, 765F1P09.BIN e AFU892.EXE, baixados do site da Foxconn para o modelo 45CMX.

Atualização usando o programa Winimage

Salve a imagem (File -> Save) e feche o WinImage. Agora a imagem está pronta para ser gravada no CD.

Um bom programa para criar o CD é o CDBurnerXP. Para usa-lo, é necessário ter instalado o .NET Framework 2.0 ou superior (o Windows Vista e 7 já possuem o .NET nativamente). Você pode usar o Nero, Easy Media Creator ou outro programa de gravação de sua preferência, procurando em cada um deles a opção para criar um CD de boot usando emulação de disquete 1.44MB.

Na primeira tela, selecione "Disco de Dados".

Usando o programa CDBurnerXP


Na compilação recém criada, vá em "Disco -> Opções de Boot...".

Aponte o caminho para a imagem do FreeDOS e configure as opções assim:


Usando o programa CDBurnerXP


Aparecerá esta tela perguntando se deseja alterar o tipo de sistema. Responda sim.


Usando o programa CDBurnerXP


Não adicione nenhum arquivo na compilação. Vá ao menu "Disco -> Gravar disco...", depois mande finalizar:


Usando o programa CDBurnerXP


Feito, o CD está pronto para ser usado.

Ao dar boot, depois de pressionar <Enter> para ingnorar a configuração de data e hora, você cairá no prompt:


Atualização de BIOS a partir do CD-ROM


A partir daqui, o procedimento é o mesmo quando usamos disquete, com exceção que não será possível fazer backup.

NOTA: Caso você tenha problemas ao dar boot com o FreeDOS, use o MS-DOS 7.10: msdos_img.zip

Categoria: Técnicas de manutenção

Compartilhe este artigo :

0 comentários

^ Ir para o topo